Tratamentos Paleativos

Tratamentos Paleativos

Tratamentos Paleativos

FARMÁCIA DE ONCOLOGIA

Em um contexto onde cada profissional (médico, enfermeiro, farmacêutico, nutricionista e psicólogo) atuam em conjunto para melhorar a qualidade de vida do paciente, o profissional farmacêutico, além de cumprir com a atividade de manipulação de quimioterapia, interage na equipe multidisciplinar, auxiliando no manejo de toxicidades e demais reações causadas pelo tratamento, avaliando o protocolo estabelecido de acordo com o diagnóstico e prestando assistência ao paciente quanto ao uso de quimioterapia oral.

DROGAS INTELIGENTES / TERAPIA ALVO

Classificam-se as drogas-alvo por meio de sua estrutura química e o mecanismo de ação na superfície ou no interior da célula. Entre elas estão os anticorpos monoclonais, os bloqueadores de tirosina quinase e inibidores de angiogênese.
Estas drogas são diferenciadas por agirem diretamente nas células cancerígenas, preservando as demais e como resultado causa menos efeitos colaterais. Nesta linha, destacam-se os anticorpos monoclonais.
Um exemplo de anticorpo monoclonal é a droga Rituximabe, essa droga reconhece e se liga à membrana plasmática das células tumorais e as impedem de enviar sinais para a multiplicação celular. A enzima tirosina quinase se encontra no interior das células tumorais responsável pela multiplicação das células cancerígenas.A droga alvo como o Mesilato de Imatinibe bloqueia a ação dessa enzima.
Alguns tipos de câncer atraem novos vasos sanguíneos para seu interior e promovem a neovascularização. As drogas que se destacam por serem inibidoras de angiogênese são a Bevacizumabe e Transtuzumabe, ambos anticorpos monoclonais que diminuem e previnem a formação de novos vasos tumorais.